INPE em busca de um novo diretor
INPE em busca de um novo diretor

INPE em busca de um novo diretor

O Ministério de Ciências, Inovações e Comunicações – MCTIC, prorrogou o prazo para submissão de candidaturas ao cargo de Diretor(a) do INPE para até 5 de julho de 2020. ( Veja aqui )

Com prazo anterior encerrado em 31 de maio, especula-se que houve pouco interesse da comunidade científica em se candidatar ao cargo, devido ao momento político que entrentamos.

A diretoria do INPE hoje é comandada pelo militar Darcton Policarpo Damião, nomeado para o cargo após a exoneração de Ricardo Galvão, demitido por reagir a críticas do presidente Jair Bolsonaro, que acusou a equipe de pesquisadores do Inpe de mentir sobre dados do desmatamento da Amazônia.

O Comitê de Busca é composto por: Antonio José Roque da Silva, do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM); Augusto César Gadelha Vieira, do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC); João Paulo Rodrigues Campos, da Visiona Tecnologia Espacial (joint-venture entre a Embraer e a Telebras); e Júlio Hideo Shidara, da Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil (AIAB) e presidido por João Luiz Filgueiras de Azevedo, servidor de carreira do DCTA e ex-presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Eles são os responsáveis por receber, avaliar inscrições e formar uma lista tríplice, que será encaminhada ao ministro do MCTIC, Marcos Pontes. De posse dessa lista, Pontes poderá escolher novo diretor ou rejeitar todos os nomes selecionados.

Podem se inscrever para o cargo quaisquer cidadãos(ãs) com notório conhecimento e experiência profissional nas áreas de atuação do INPE, portadores(as) de diploma de doutorado emitido por instituição de ensino superior credenciada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), ou revalidado no Brasil por instituição credenciada pela CAPES.

Os Requisitos Básicos exigidos dos(as) Interessados(as) são: 

a) competência profissional reconhecida para o exercício do cargo; 

b) visibilidade junto à comunidade científica e tecnológica; 

c) experiência administrativa e capacidade de promover a integração entre os servidores do INPE, levando-se em consideração a diversidade de áreas de atuação da instituição;

d) visão de futuro para o INPE e empenho no desenvolvimento integrado científico e tecnológico do País, bem como na participação da instituição no cenário nacional e internacional;

e) capacidade para tratar de questões científicas, administrativas, políticas e de visão estratégica relacionadas com o INPE; 

f) capacidade de interagir com o setor produtivo para o empreendimento de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação tecnológica; 

g) experiência em cooperação nacional e internacional; e 

h) entendimento e comprometimento com os programas, projetos e ações do INPE, alinhados à Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação – 2016-2022 (ENCTI), disponível no sítio do MCTIC (www.mctic.gov.br). 

O processo de seleção é composto por análise dos currículos, documentos e proposta dos(as) interessados(as), exposição oral pública do projeto de gestão e entrevista individual perante o Comitê de Busca. 

Para inscrição, os seguintes documentos devem ser enviados, por via eletrônica, ao Presidente do Comitê de Busca: 

a) Carta assinada solicitando inscrição da candidatura, acompanhada de Memorial de até 5 páginas de autoria do(a) interessado(a), explicitando sua capacitação relativa aos Requisitos Básicos exigidos para exercer a função; 

b) URL do Currículo Lattes do(a) interessado(a), atualizado há no máximo três meses do ato de encerramento das inscrições; 

c) Texto de até cinco páginas, descrevendo sua visão de futuro para o INPE e seu projeto de gestão, alinhado à Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação – 2016-2022 (ENCTI), disponível no sítio eletrônico do MCTIC (www.mctic.gov.br);

d) Cópias do RG e CPF; e

e) Se servidor público federal, informar o número da matrícula SIAPE. 

Recebidos os documentos, será enviada uma confirmação também por via eletrônica. Em seguida, será feita a análise e o enquadramento dos(as) interessado(as) aos pré-requisitos. 

A lista com as inscrições homologadas será publicada nos sítios eletrônicos do MCTIC (www.mctic.gov.br) e INPE (www.inpe.br), como também será enviada por e-mail aos(às) interessados(as), contendo as orientações para as apresentações públicas e entrevistas.

Autor

  • Fernanda Soares é jornalista profissional, formada há 25 anos. É responsável pelas publicações Rapidinha, Jornal do SindCT e pelo canal WebTVSindCT. Em 2012 recebeu o prêmio Beth Lobo de Direitos Humanos das Mulheres, oferecido pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, por sua cobertura da desocupação do Pinheirinho. É autora do livro “A solução Brasileira - História do Desenvolvimento do Motor a álcool no Brasil”, publicado e distribuído pelo SindCT, e de livros paradidáticos infantis, da editora Todolivro.