Após nova denúncia de corrupção no governo, manifestantes voltam às ruas para exigir impeachment de Bolsonaro
Após nova denúncia de corrupção no governo, manifestantes voltam às ruas para exigir impeachment de Bolsonaro

Após nova denúncia de corrupção no governo, manifestantes voltam às ruas para exigir impeachment de Bolsonaro

A luta pelo impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro foi reforçada nesse sábado (3 de julho) por manifestações que se espalharam por todo país. 340 atos foram confirmados no país, além de manifestações também em Portugal, Alemanha, França, Áustria, Suíça e Reino Unido.

Essa é a terceira mobilização consecutiva nas ruas em menos de dois meses, demonstrando a insatisfação da população com as ações do governo federal contra a crise sanitária, social e econômica que afeta principalmente os trabalhadores e pobres.

Na pauta de reivindicações também estão a volta do auxílio emergencial de pelo menos R$ 600 e a vacinação gratuita para todos.

O Fórum de C&T recomendou às entidades representativas das carreiras de C&T a participação nos atos.

No caso do serviço público, a pauta da participação nas mobilizações pelo #ForaBolsonaro é também a Reforma Administrativa proposta pelo governo, que retira direitos dos atuais servidores ativos e aposentados, acaba com a isonomia na aposentadoria e coloca fim nos concursos públicos, abrindo brechas para apadrinhamentos políticos e a volta de funcionários fantasmas.

As manifestações, inicialmente previstas para 24 de julho, foram antecipadas em razão das denúncias de envolvimento do governo Bolsonaro no caso de cobrança de propina para a compra da vacina indiana Covaxin.

Este foi o primeiro protesto ocorrido após um super pedido de impeachment do Bolsonaro ser protocolado na Câmara dos Deputados, no dia 30 de junho.

Em São José dos Campos, cerca de 800 pessoas saíram em passeata, exigindo a saída do presidente.

A manifestação iniciou, na Praça Afonso Pena, por volta das 10h, e seguiu pela Rua 15 de Novembro, terminando na Praça da Matriz, às 12h.

Na região, o protesto foi convocado pelo Fórum de Lutas do Vale do Paraíba, formado por centrais sindicais, sindicatos, partidos de esquerda e movimentos populares. É a terceira grande manifestação contra Bolsonaro, em três meses consecutivos.

Um boneco inflável de três metros de altura, em que Bolsonaro aparece cortando uma carteira de trabalho, simbolizou os cortes de direitos trabalhistas durante a pandemia.

Vários integrantes do SindCT participaram das manifestações em São José dos Campos.

Consultado, o Secretário de Comunicação e Cultura do SindCT, Solon Carvalho, disse: “A situação do governo é crítica. Desde o início da pandemia o governo optou por uma política baseada em princípios não científicos, executada por não especialistas e justificada por fake news. Isso nos levou a uma CPI que encontrou fortíssimos indícios de corrupção. Diante deles, a postura do presidente é permanecer calado. Ou ele se explica logo ou, não vejo outra saída, se explicará judicialmente durante um processo de impeachment”.

Manifestações 3 de julho. Foto: Laís Mallaco
Manifestações 3 de julho. Foto: Laís Mallaco
Manifestações 3 de julho. Foto: Laís Mallaco
Manifestações 3 de julho. Foto: Laís Mallaco
Manifestações 3 de julho. Foto: Laís Mallaco
Manifestações 3 de julho. Foto: Laís Mallaco
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire
Manifestações 3 de julho. Malu Freire

Autor

  • Fernanda Soares é jornalista profissional, formada há 25 anos. É responsável pelas publicações Rapidinha, Jornal do SindCT e pelo canal WebTVSindCT. Em 2012 recebeu o prêmio Beth Lobo de Direitos Humanos das Mulheres, oferecido pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, por sua cobertura da desocupação do Pinheirinho. É autora do livro “A solução Brasileira - História do Desenvolvimento do Motor a álcool no Brasil”, publicado e distribuído pelo SindCT, e de livros paradidáticos infantis, da editora Todolivro.