Câmara dos Deputados realiza Sessão Solene em homenagem aos desenvolvedores da urna eletrônica
Câmara dos Deputados realiza Sessão Solene em homenagem aos desenvolvedores da urna eletrônica

Câmara dos Deputados realiza Sessão Solene em homenagem aos desenvolvedores da urna eletrônica

Por iniciativa do SindCT, o Deputado Federal Alencar Santana (PT/SP) propôs à Câmara dos Deputados a realização de uma Sessão Solene em homenagem aos desenvolvedores e apoiadores da urna eletrônica brasileira , transmitida pela TV Câmara. Veja abaixo na íntegra:

A Sessão foi realizada na manhã desta quarta-feira, 9 de agosto, no plenário da Ulisses Guimarães. Presidida pelo Deputado Alencar Santana, a mesa foi composta pelo ex-Presidente do TSE e pai da urna eletrônica, Ministro Carlos da Silva Velloso, o ex-secretário de informática do TSE, Paulo Bhering Camarão, o homenageado e servidor do INPE, Antônio Ésio Marcondes Salgado, o secretário de formação sindical do SindCT e servidor do INPE, Sérgio Rosim, e a jornalista do SindCT, autora do livro sobre a história da urnas eletrônicas (leia aqui), Fernanda Soares Andrade.

O Presidente da Câmara dos Deputados, Athur Lira, não pode comparecer ao evento, mas seu discurso em defesa do sistema de voto informatizado foi lido pelo Deputado Alencar.

O Deputado Alencar Santana, em seu discurso, além de falar sobre a importância das urnas eletrônicas para a realização de eleições rápidas, democráticas e seguras, propôs uma reflexão: “o que teria acontecido ao país se as eleições presidenciais de 2022 não ocorressem com o uso de urnas eletrônicas?”

Com o país sendo governado por um político sem comprometimento com a ciência, que espalhava boatos sobre o processo informatizado do voto, a Justiça Eleitoral era constantemente atacada e a lisura do processo eleitoral era posto em dúvida.

Felizmente, o governo obscurantista ficou para trás. Mesmo ainda tendo que defender diariamente a democracia, hoje foi possível homenagear as pessoas que contribuíram para que o país se tornasse referência na realização de eleições rápidas, transparentes e democráticas.

O Ministro Carlos da Silva Velloso, fez seu discurso contando como tudo começou. Segundo ele, a proposta para Paulo Camarão chefiar a TI do TSE e ajudar a desenvolver uma máquina de votar surgiu antes mesmo de assumir a presidência do Tribunal, durante uma partida de tênis entre eles.

O Ministro também enalteceu o trabalho dos servidores que participaram das Comissões criadas para a informatização do voto. Lembrou também dos servidores de outros ministérios que colaboraram com o processo e de apelidos carinhoso que alguns deles receberam: “ninjas”, pois 3, do grupo de 5, eram de descendência japonesa, além de ficarem conhecidos por resolver os problemas mais complexos de forma rápida.

Antônio Ésio Marcondes Salgado, conhecido por Toné entre os amigos, agradeceu a inciativa da Sessão Solene em nome de todos os homenageados e fez questão de ressaltar que o trabalho de todos os envolvidos no processo eleitoral é de igual importância. Lembrou que são mais de dois milhões de pessoas envolvidas nas eleições para que cada brasileiro possa exercer seu direito ao voto. Também relembrou como eram realizadas as eleições em papel e como as urnas eletrônicas foram fundamentais para o fim das fraudes eleitorais.

Paulo Camarão, o ex-secretário de informática do TSE, relembrou as dificuldades enfrentadas pelas Comissões, como a tarefa de convencimento dos parlamentares sobre transferir a votação nominal para uma votação numérica e a grande campanha ensinando os eleitores a utilizarem a urna eletrônica.

Sérgio Rosim, representando a diretoria do SindCT, contou como surgiu a ideia do SindCT publicar o livro e realizar essa homenagem aos desenvolvedores da urna eletrônica. Sérgio também falou da importância da Ciência e Tecnologia para o país e que ações como essa demonstram que a C&T deve ser política de Estado.

Finalizando os discursos da mesa, a jornalista do SindCT, Fernanda Soares Andrade, direcionou sua fala a agradecer aos homenageados pelo importante trabalho que realizaram e ainda realizam para o país. Em seu discurso, Fernanda afirmou que o esforço conjunto de todos os profissionais que atuam nas eleições contribuem para que o país tenha um sistema eleitoral inclusivo, acessível a todos, sejam deficientes ou analfabetos, e o mais importante: equilibrando segurança e transparência.

Para o SindCT, a realização dessa Sessão Solene é a consolidação de todos os esforços para o reconhecimento da importância do serviço público no país.

Parabéns aos mais de 2 milhões de brasileiros que, de alguma forma, contribuem com a realização das eleições no Brasil!

Foram homenageados na Sessão Solene:

Ministro Carlos Velloso
Ministro Ilmar Galvão
Ministro Torquato Jardim
Ministro Nelson Jobim
Paulo César Bhering Camarão
Jessé Torres Pereira Junior
Luiz Antônio Reader
Antônio Ésio Marcondes Salgado
Mauro Hashioka
Paulo Seiji Nakaya
Oswaldo Catsumi Imamura
Major Elifas Gurgel do Amaral
Capitão de corveta Luís Otávio Botelho Lento
José Antônio Milani
Roberto Siqueira
Gilberto Circunde
Luiz Roberto Fonseca
Célio Assumpção
Márcio Luiz Guimarães Colaço
Jorge Lheureux de Freitas
Giuseppe Dutra Janino
Rafael Fernandes de Barros Costa Azevedo
Celio Castro Wermelinger
Luís Augusto Consularo
Ivanildo Soares Pereira
Rodrigo Carneiro Munhoz Coimbra
Francisco Dejardene Moura da Silva
Saulo Alessandre de Lima
Débora Nery Silva
Gladiston da Silva Costa
Adelaide Peregrino Mammana
José de Melo Cruz
Ana Heloisa de Aragão Bastos
Fausto Carvalho Marques Silva
Marcelo Henrique Pinto de Almeida
José Roberto Menezes Monteiro
Lucas de Melo Guimarães
Rúbio Ribeiro Canário Terra
Ricardo Régis Cavalcante Chaves
Robson Antonio Rodrigues
Marcus Guilherme de Amorim
Gislane Batista Diniz
André Augusto Siqueira
Adilson Martins dos Santos
Mara Nubia Dellinghausen de Franco

Autor

  • Fernanda Soares é jornalista profissional, formada há 25 anos. É responsável pelas publicações Rapidinha, Jornal do SindCT e pelo canal WebTVSindCT. Em 2012 recebeu o prêmio Beth Lobo de Direitos Humanos das Mulheres, oferecido pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, por sua cobertura da desocupação do Pinheirinho. É autora do livro “A solução Brasileira - História do Desenvolvimento do Motor a álcool no Brasil”, publicado e distribuído pelo SindCT, de nove livros paradidáticos infantis, da editora Todolivro, e do recém-lançado "Tudo o que você sempre quis saber sobre a urna eletrônica brasileira", publicado pelo SindCT. Em julho de 2022, Fernanda ofereceu, gratuitamente, os direitos autorais do livro sobre a urna eletrônica ao TSE.